quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Feliz Dia do Ciclista, de Novo!?



Por John Paul

Confesso que fui surpreendido com o mói de imagens nas redes fazendo alusão ao dia do ciclista. Fiquei pensando, "oxe, mas eu num comemorei o dia do ciclista dia 15 de abril?" até rolou um artigo aqui no blog intitulado "Dia da imprudência."

Pois bem, ao analisar mais profundamente, realmente esta é a segunda vez no ano em que nós ciclistas comemoramos nosso dia. O primeiro dia é em Abril. No dia 15 é comemorado o Dia Mundial do Ciclista. Fiz uma busca no Google, fui até perguntar no Posto Ipiranga, mas não consegui nada sobre o que escolheram esta data.

A única coisa que encontrei foi que a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) considera 8 de dezembro como a data oficial, já que é o dia da Madonna Del Ghisallo, a padroeira dos ciclistas, segundo dia o site Pró Logo. Puts véi, agora já são 3 dias para comemorar. Porréisso omi.

Mas vamos a data que motivou a criação desta bendita postagem. Desde 2008 é oficialmente comemorado o dia do Cilista no Brasil  segundo projeto de lei da Câmara (PLC 43/08). A lei foi instituída para homenagear Pedro Davison, ciclista e biólogo que morreu atropelado na capital do país, Brasília no dia 19 de Agosto de 2006. 
Pedro tinha 25 anos e uma filha que completaria 8 anos no dia seguinte
Pedro foi atropelado por veículo conduzido por um contador que estava embriagado e de quebra com sua CNH vencida. O contador entrou numa via que era proibida a circulação de veículos automotores, onde atropelou o Pedro e fugiu sem dar assistência. Na época, o crime de trânsito  mobilizou grande parte da população brasiliense para punir o motorista.

O caso do Pedro é considerado um grande marco, por se tratar do primeiro crime de trânsito no Distrito Federal (DF) em que o motorista foi condenado por crime doloso – quando há intenção de matar.

Uma Gost Bike foi colocada no local da morte do Pedro e está lá até hoje - (Foto: Blog Pedaladas Capitais)

Neste dia 19 de Agosto, a ONG de Brasília Rodas da Vida, celebra não só os benefícios da bicicleta, como saúde, economia, sustentabilidade, entre outros, mas também lembrando as vítimas do trânsito. 

Neste ano, a ONG ofereceu um café da manhã aos ciclistas de Brasília que iam trabalhar de bicicleta e dedicaram o dia aos familiares dos ciclistas Edimar Gomes e Saturnino Aguiar Júnior, ambos em coma atualmente. Edimar Gomes foi atropelado em 19 de janeiro de 2015, e Saturnino foi atropelado no dia 5 de junho. 

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

compartilhe