segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Minha primeira participação no Ciclo Sesc



Por Camisa20.com

Sabadão, 23 de Agosto, fui participar pela primeira vez do Ciclo Sesc, ou então, o Passeiro Ciclístico do Sesc que acontece todo ano nesse período em todo o Brasil.

A logística do passeio é simples: você se inscreve com 2 kilos de alimentos e recebe um kit (camisa e boné)  para passear todo no padrão e ainda o direito de participar do sorteio de vários brindes. É feito um percurso na cidade e durante o percurso é contada a história dos pontos turísticos e ruas da cidade. Com isso o evento consegue interagir qualidade de vida, lazer e turismo. Sim rapaz, esse muído todo também faz parte do MOVE Brasil que quer aumentar o número de brasileiros praticando atividades físicas até os Jogos olímpicos de 2016.

Pois bem, agora que já sabemos que mulesta é o Ciclo Sesc, senta que lá vem a resenha de como foi minha participação deste ano:

Cheguei na concentração com meu pai e fomos atrás do kit. Recebi meu kit normalmente, mas meu pai ocorreu um problema. Ao tentar receber o kit, ele foi informado que sua inscrição passou do número 400 (limite de kits), então ele só iria participar do sorteio, e caso sobrasse kits (pois geralmente acontece algum e as pessoas acabam não indo) ele então receberia. ficamos putos. E porque não informaram no ato da inscrição esse detalhe? Pai foi fazer a inscrição somente na sexta e sua ficha foi a 5 e pouco, o pessoal da CDL poderia ter informado né? No final das contas meu pai acabou não participando do passeio.

Agora vamos para a largada dessa budéga. Mas pera aí omi, antes de sair por aí pedalando, temos que alongar né. para isso um professor de Educação física esteve presente para não esquecermos esse detalhe. 

Alongamento básico antes de botar o corpo pra funcionar

Hora da largada, todos em seus postos atrás daquele lindo portal inflável. Trio elétrico logo à frente para puxar o comboio.... E lá vem o Prefeito municipal dar sua palavra. Puts véi, sáporra começa hoje não?

Vendo aquele portal inflável, todo mundo posicionado atrás dele, imaginei logo que teríamos uma buzina de ar comprimido para dar a largada e assim todo mundo iria ficar empolgado. Que Tristeza! O passeio começou sem vida, apenas o locutor falando "vamos começar nosso passeio gente, e já estamos passando pelo Coreto Guarany - começa a contar a história".

O pessoal era muito devagar, era tão devagar que tava difícil se equilibrar, o jeito foi colocar na catraca maior e na coroa menor para pedalar mais rápido sem velocidade, ficou melhor manter o equilíbrio.
Comecei a reparar o show de bicicletas no passeio. MTB, umas ou 2 Speed, umas 3 Barra Circular, e mói de barra circular modificada. Acabei vendo umas 3 monaretas de um único dono, conversei rapidamente com ele que me falou que colecionava, reparei em uma que tinha o ano 92.

Uma barra circular ano 92. Esta é uma da coleção das 3 bicicletas que o camarada levou para sua família pedalar

Até que achei interessante esse muído de contar a história da cidade, apesar de não entender quase nada do que o caba lá estava falando. Por exemplo sempre tive curiosidade de saber as personalidades dos nomes das ruas. Eu só consegui entender que Dona Germana morreu em Lisboa e que Teotônio Freire era um Escritor e Jornalista. inclusive, clique aqui e saiba quem foi esse carinha.

Uma coisa que não gosto nesses passeios é aquela ladainha "gente, todo mundo atrás do trio", não tiro a razão, pois fica uma coisa tão arrumadinha todo mundo atrás, mas não teve jeito. A única forma de obrigar essa galerinha a ir pra trás, foi dizer que o pessoal do apoio tá de olho e vai riscar o nome do sorteio quem estiver à frente do trio. hehehehe

Outra coisa que me deixou puto, foi o palanque nesse passeio. Eu lá quero saber se tal parlamentar esteve presente pedalando nessa bexiga, me traga um argumento que diga que sua presença no passeio vai mudar minha vida ou deixar o passeio mais lindo, ae eu mudo o meu princípio.

Outra coisa que me chamou a atenção foram as paradas para a hidratação. A galera do apoio saiu no meio dos ciclistas distribuindo aqueles copinhos de água. não achei nada legal isso, pois acabou gerando mais lixo ainda. Uma solução para isso seria colocar um Squeze junto ao kit e como iam uns 02 carros de apoios, tivessem colocado vários recipientes com água.

E segue o passeio. E o circuito foge um pouco do centro e desde para os Pormas. Massa doido, dei valor. Geralmente esses passeios só ficam pelo centro e no máximo na Av. Teotônio Freire. Achei legal descer para o Bairro Promorar, inclusive teve outra parada para hidratação.

Depois de passar no Largo júnior toscano, subir uma ladeira, que inclusive foi o único trecho em que pedalei de verdade, pois os ciclistas se espalhavam mais e tinha espaço para dar um pique, emfim chegamos na praça da Imaculada.

No local já havia uma barraca onde estavam distribuindo o kit fruta entre os participantes. e Pra fechar com chave de ouro, melancia fresquinha cortada na hora. Rapaz ganhei a tarde, parecia um viciado em crack.

Melancia só da boa era servida ao final do passeio


Mas as atividades físicas não acabaram nas bicicletas, outras atividades como cabo de guerra, amarelinha, peteca e outras coisas divertiram a galera até o sorteio das bikes.

Enquanto a gente se alimentava com o kit começaram o sorteio dos brindes. Pense numa maçada que foi esses brindes, todo mundo queria saber das bicicletas que serão sorteadas. para amenizar a tortura psicológica poderia sortear esses brindes no meio do passeio, por exemplo enquanto o povo se hidratava.

Todo mundo ansioso para ganhar as bicicletas, até eu, mesmo tendo uma bicicleta, eu daria a minha namorada, só assim ela ia aprender na marra a pedalar kkk Mas no final das contas, acabei não ganhando e fiz carrera pra casa, pois tava com a bexiga na tampa e quase me mijando kkkk.

Analisando tudo, acho super massa a proposta do Ciclo Sesc, porém se melhorar em alguns detalhes, como os citei acima, no meu ponto de vista pode ficar maravilhoso. Outra coisa, se não me engano falaram que iam ser ou foram 7km de percurso, porém, fiz este percurso no Google Earth e marcou 4km e uns quebrados.

PS.: Muito tempo depois de ter encerrado o passeio, passei pela praça da Imaculada com minha namorada e vi a "seboseira" que alguns animais deixaram no local. É foda cara, tanto que o pessoal disse pra jogar o lixo na lixeira, o povo ainda teve preguiça e jogou no chão.

percurso do Ciclo Sesc 2015 em Currais Novos. Clique na imagem para ampliar

Comente com o Facebook:

Postar um comentário

compartilhe